Onde ir em Londrina: 8 lugares que você tem que ir sempre!

Londrina é um município brasileiro localizado no norte e interior do estado do Paraná, a 369 km da capital paranaense, Curitiba. Considerada uma cidade grande, tem uma população estimada de 506.701 habitantes (IBGE/2010) é a quarta cidade mais populosa da região Sul do Brasil.

Importante polo de desenvolvimento regional e nacional, Londrina exerce grande influência sobre o norte do Paraná e é uma das cinco cidades mais importantes da região Sul, juntamente com Curitiba, Porto Alegre, Joinville e Caxias do Sul.

Londrina é sede de sua região metropolitana e um centro regional sendo composta por comércio, serviços, agroindústrias e uma densa qualidade na educação pública.

 Conheça agora 10 lugares super bacanas pra você curtir na cidade:

1 – Lago Igapó

lago-igapo-londrina

Foto Wilson Vieira

Uma das mais belas áreas de lazer que os londrinenses e demais pessoas que passam por Londrina podem desfrutar é o Lago Igapó, cujo nome, na língua tupi, significa transvazamento de rios.

O Lago foi projetado em 1957, na gestão de Antonio F. Sobrinho, como uma solução para o problema da drenagem do ribeirão Cambezinho, dificultada por uma barragem natural de pedra. Inicialmente pensou-sem em dinamitar a barragem, mas prevaleceu a idéia de formar um lago.

O Igapó foi inaugurado em 10 de dezembro de 1959, dia do Jubileu de Prata de Londrina, juntamente com a estação de saneamento. Após um período de certo abandono, foi elaborado um projeto de revitalização do Lago, na gestão de Dalton Paranaguá.

Foram construídos o Zerão (Área de Lazer Luigi Borguesi) e Centro Social Urbano. O projeto, de Burle Marx, incluia um jardim com 187 espécies de plantas nativas.

É um local de lazer, que além da represa, propicia a prática de esportes náuticos. Possui uma vasta área urbanizada com piscinas, pistas de aeromodelismo e foto clube.

Em 1996, o lago foi esvaziado, limpo e teve suas margens revitalizadas, ganhando a ciclovia, o Teatro do Lago, Jardins e chafariz.

2 – Museu Histórico de Londrina “Padre Carlos Weiss”

museu-historico-de-londrina-padre-carlos-weiss

O Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss foi inaugurado no dia 18 de setembro de 1970, na antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Londrina. A partir de 1974, o museu é anexado à UEL como órgão suplementar, estando vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas da universidade.

Em 10 de dezembro de 1986 o museu passa a ocupar o prédio que outrora pertencia à segunda estação ferroviária de Londrina, cedido pela Prefeitura. O edifício, hoje Museu Histórico, apresenta linhas arquitetônicas caracteristicamente ecléticas.

3 – Jardim Botânico de Londrina

jardim-botanico-de-londrina

Com mais de 1 milhão de metros quadrados de mata nativa, nascentes e rios, o Jardim Botânico de Londrina foi criado em março de 2006, pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Hoje é uma realidade devido a várias colaborações: aoInstituto Agronômico do Paraná (IAPAR), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (SEAB), que cedeu um terreno de aproximadamente 70 hectares; à Associação Brasileira de Educação a Cultura (ABEC), que cedeu quase 21 hectares; e às famílias vizinhas Brito, Carbalall, Sant’Ana, Fecchio, Candoti e Kantor, pela doação de outros 20 hectares.

O Jardim Botânico de Londrina é uma das mais importantes unidades de pesquisa e conservação de espécies nativas e exóticas no Paraná. O Jardim Botânico é um espaço voltado à proteção e cultivo de espécies silvestres raras, ameaçadas de extinção, ou econômica e ecologicamente importantes para a restauração e reabilitação de ecossistemas.

As doações permitiram a inserção de parte da bacia do Ribeirão Cafezal – manancial de abastecimento de Londrina – ao espaço de preservação.

O projeto tem como objetivo principal a busca de uma identidade arquitetônica integrada à natureza e foi concebido para permitir a construção por etapas.

Nesta fase, o Jardim Botânico teve patrocínio da Duke Energy Brasil, que viabilizou um programa de Educação Ambiental composto por trilha ecológica, vídeo educativo e outras ferramentas de educação.

Página no Facebook.

4 – Calçadão de Londrina

calcadao-londrina

Foto Universidade Federal de Londrina

O Calçadão, no coração da cidade, corresponde ao centro financeiro e comercial de Londrina. Foi implantado em 1977 e originou-se da reurbanização das Praças Willie Davids, Marechal Floriano e Gabriel Martins, como projeto do arquiteto Jaime Lerner. Foram interditados alguns trechos para o tráfego de veículos e destinou-se esses locais ao lazer do povo londrinense e de turistas. No Calçadão os artesãos expõem seus trabalhos; grupos de teatro apresentam peças; músicos cantam, dançam e tocam. Recentemente o Calçadão foi revitalizado, resultando em uma área mais livre e espaçosa para andar, onde amigos de antigamente se reúnem para conversar e bater papo.

5 – Biblioteca Pública Municipal

biblioteca-municipal-de-londrina-pr

Foto Wilson Vieira

Criada em 23 de novembro de 1940, pelo Decreto nº 78, a Biblioteca Pública Municipal de Londrina (BPML) foi somente inaugurada em 04 de setembro de 1951. Recebeu o nome de Biblioteca Pública “Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza”, pelo Decreto nº 114 de 1974.

Depois de ter suas instalações transferidas para diversos locais, a Biblioteca Pública, a partir de 1984, passou a funcionar na Av. Rio de Janeiro, 413, prédio do antigo Fórum, cedido pelo governo estadual, onde permanece atualmente.

Esta mudança proporcionou a criação da Biblioteca Infantil Municipal de Londrina, do Teatro Zaqueu de Melo (antigo tribunal do júri do Fórum) além de oferecer melhores condições de atendimento ao usuário.

6 – Planetário de Londrina

planetario-de-londrina

O Projeto Planetário de Londrina, é um projeto de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, e foi inicialmente idealizado pelos professores Cleiton Joni Benetti Lattari e Rute Helena Trevisan.

Ele faz parte do Museu de Ciência e Tecnologia da UEL, que é constituído por três grandes setores: o Centro de Ciências, o Observatório e o Planetário, cuja implantação foi realizada mediante convênio firmado entre Vitae, Universidade Estadual de Londrina e Itedes, em 15 de dezembro de 2003,  sob coordenação do Prof. Dr. Sérgio Mello de Arruda.

Seu prédio foi construído no centro da cidade de Londrina, pela Prefeitura Municipal de Londrina, em 1992, passando por uma reforma em 2005. Trata-se de uma construção de alvenaria, com 232 metros quadrados e diâmetro de 6 m; teto abobadado, com 6,10 m de altura. A sala de projeção tem 8 metros de diâmetro e capacidade para 43 expectadores por sessão.

O projetor de estrelas do Planetário de Londrina, é um modelo BS 3200a, fabricado pelaGambato – Costruzione per Astronomia. É um projetor ôptico-mecânico que simula o céu visível de qualquer ponto sobre a superfície da Terra e em qualquer data, com precisão. É um espaço de experiências que reúnem não apenas o conhecimento já adquirido, mas que despertam para o novo e nos colocam frente a frente com o Universo.

Fonte Universidade Estadual de Londrina

7 – Parque Ecológico Municipal Doutor Daisaku Ikeda

parque-ecologico-municipal-doutor-daisaku-ikeda-londrina

A Unidade de Conservação  Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda foi criada em novembro de 1999 e inaugurada em setembro de 2000. O nome do Parque da Usina Três Bocas homenageia Dr. Daisaku Ikeda, líder budista, filósofo, poeta e educador,presidente da ONG Soka Gakkai Internacional, filiada à ONU.

O Parque está localizado à aproximadamente 12 Km do centro de Londrina, na Rodovia João Alves da Rocha, estrada para o distrito de Maravilha, às margens do Ribeirão Três Bocas. Sua área total abrange 51, 28 alqueires e preserva como ponto turístico a antiga Usina Três Bocas, segunda usina hidrelétrica do município de Londrina, implantada em 1943 pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica e desativada em 1983. O parque conta ainda com quiosque, parque infantil e um mirante. ASEMA é responsável pelo projeto de revitalização da área, pelo monitoramento da fauna e flora local, além do desenvolvimento de programas de Educação Ambiental.

A cobertura vegetal é composta principalmente por matas nativas. Quanto à fauna, foram identificadas 96 espécies de aves na área do parque, dentre elas socós, garças, patos, galinhas d’água, maçaricos, martins-pescador, bem-te-vis, sabiás, papagaios, pica-paus, entre outras. Entre os mamíferos, 12 espécies foram encontradas, sendo os principais representantes as capivaras, cutias, ratos-do-mato, gambás-de-orelha-branca, tatus-galinha, cachorros-do-mato. Estima-se ainda que ocorra no local 32 espécies de répteis, sendo 3 espécies de cágados, 23 de serpentes, 5 de lagartos e uma anfisbena. Para peixes e anfíbios são necessários mais estudos, mas pela proximidade dos locais, pode-se afirmar que há similaridade entre as espécies encontradas no Rio Tibagi e parque Estadual Mata dos Godoy e as encontradas no Parque Dr. Daisaku Ikeda.

8 – Museu de Arte de Londrina

museu-de-arte-de-londrina

O Prédio, construído em 1952, como terminal rodoviário, teve suas instalações tombadas pelo Depto. do Patrimônio Histórico e Artístico, como primeiro prédio da arquitetura moderna do Estado do Paraná. Sua construção teve início na gestão do Pref. Hugo Cabral, mas foi concluída na gestão do Pref. Milton Ribeiro de Meneses em 1952. Desativada em 1988, passou por uma grande reforma e atualmente abriga o Museu de Arte de Londrina.

A inauguração do Museu aconteceu em 13/05/1993 e teve como principal atração a escultura “A Eterna Primavera”, de Auguste Rodin . Além desta, ficaram expostas obras de Menotti Del Pichia (Cabeça de Sancho Pança e Dom Quixote) e Vítor Brecheret, e ainda uma instalação de Yiftah Peled. O prédio onde funciona o museu foi projetado pelo arquiteto Vilanova Artigas.

Fonte: Identidade Londrina.

Alguma outra dica que deixamos passar? Escreva nos comentários….

Almanaque Londrina

O ALMANAQUE LONDRINA é um portal que oferece divulgação para micro, pequenas e médias empresas. Um Guia onde o internauta pode encontrar informações sobre o que há de melhor na cidade, fácil e rápido.

Sem comentários ainda

Seu comentário é importante

Your email address will not be published.

Você pode usar atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Almanaque Londrina
O Almanaque Londrina é um guia onde o internauta pode encontrar informações sobre o que há de melhor na cidade, rápido, fácil e de graça.